Comentário Bíblico

28° Domingo do tempo comum – 13 de outubro de 2013

Gratidão – Lucas 17, 11 – 19. 

No tempo de Jesus, quem contraia a doença da lepra, era expulso da comunidade e não poderia mais aproximar-se dos outros cidadãos. Por isso os dez leprosos, que se encontraram com Jesus na sua viagem a Jerusalém, não se aproximaram Dele, mas de longe gritavam bem alto, para que Ele os pudessem escutar, pedindo a cura de tão terrível doença. Jesus percebendo e sentindo o sofrimento destas pessoas, se comove e manda que se apresentem aos sacerdotes conforme a lei judaica prescreve, para serem declarados curados. Enquanto os dez iam caminhando, perceberam que todos eles estavam livres do seu mal. Mas só um se lembre de voltar para junto de Jesus para agradecê-Lo pelo benefício recebido. É uma das poucas vezes que Jesus reclama e pergunta, onde estão os outros nove que também foram curados. Portanto, fica claro, o que magoa Jesus é a ingratidão, o não reconhecer da graça recebida e com toda a certeza nós concordamos, nada pior do que a ingratidão.

Nós que já recebemos tantas e enormes graças, benefícios e auxílios de Deus, já nos lembramos de dizer: Obrigado Senhor? Não?  Então está na hora de se lembrar desta ingratidão que tanta desagrada a Jesus e tomar providências.

 Comentário escrito pelo Capelão do Mosteiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Current day month ye@r *