Comentário Bíblico

24° Domingo do Tempo Comum – 15 de setembro de 2013

2734369176_af26580a79[1]

Paternidade – Lucas 15, 1 – 32.

 Um das parábolas mais impressionantes contada por Jesus é a parábola do Filho pródigo.  Um pai, apesar do absurdo do pedido do filho mais novo, atende a este pedido. Entregue parte do fruto do seu duro trabalho de uma vida inteira ao filho, que em seguida mostra não dar o devido valor ao conquista do pai e esbanja tudo com festas, até ficar na miséria. Este pai, ofendido, explorado e injustiçado, impulsionado pelo amor paterno, não consegue abandonar ou então odiar este filho. Aguarda dia após dia ansiosamente a sua volta, tanto assim que observa diuturnamente a estrada que conduz até sua casa. Quando enfim o filho, arrependido, volta a casa do pai, o encontre esperando de braços abertos, para recebê-lo e faz um grande festa.

A nossa vida é muito semelhante ao do filho pródigo. Muitas vezes abandonamos a mensagem de Cristo, que contém a orientação mais preciosa para a nossa vida. Seguimos os nossos próprios critérios e temos como resultado O PECADO, que por sua vez significa perder a união com Deus. Mas também cada vez, que a gente, reconhecendo o seu erro e se arrepende, encontra um Pai amoroso nos esperando de braços abertos, nos perdoando, reconduzindo-nos a união íntima com Deus.

Que sejamos agradecidos e capazes de agir da mesma maneira com um irmão nosso que nos ofendeu.

 Comentário escrito pelo capelão do Mosteiro

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Current day month ye@r *