A compaixão

10º Domingo do Tempo Comum – dia 09 de junho de 2013.

A compaixão – Lucas 7, 11 – 17. 

Jesus chega perto da cidade de Naím e encontra o enterro do filho único de uma viúva. Ele constata o grande sofrimento e se compadece. Não pergunta pelas causas da morte, nem indaga sobre a vida passada tanto do filho quanto da mãe. Mas o que o atinge é a constatação de um enorme sofrimento.

Ele se compadece e resolve fazer o que está ao seu alcance para amenizar a dor da viúva. Ressuscita e devolve o filho à mãe sofredora. Todos que são testemunhas do fato descobrem o grande profeta que está entre eles.

Observando o sofrimento alheio, qual é a minha reação? Analisar o seu passado pare agir depois, se for conveniente? Ou de imediato nós nos propomos fazer o que esta ao nosso alcance para aliviar o sofrimento do semelhante? Todos nós temos um coração que pode amar, um ouvido para escutar, um ombro amigo para oferecer. Agindo assim seremos testemunhas da mensagem de Cristo no mundo, sem pronunciar uma palavra sequer.

Coemtário escrito pelo Capelão do Mosteiro

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Current day month ye@r *